O que é uma URL maliciosa?

O que é uma URL maliciosa?
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp

URL maliciosa é um link que foi criado com o objetivo de promover ataques e golpes na internet. Ao clicar em uma URL infectada, você pode, por exemplo, baixar um ransomwarevírustrojan ou qualquer outro tipo de malware que irá comprometer a sua máquina ou até mesmo a sua rede, no caso de uma empresa.

Uma URL maliciosa pode ser usada ainda para persuadir você a fornecer informações confidenciais em um site falso. Veja que não são apenas links com malware que podem ser propagados na internet, afinal há uma infinidade de tipos de ameaças.

É por isso que os especialistas chamam de “URLs maliciosas” o que muitas pessoas conhecem como “link com vírus” ou, simplesmente, “link infectado”.

O fato é que uma simples e curta URL pode causar muitos estragos.

O potencial de dano é tão grande que os links maliciosos são considerados uma das maiores ameaças ao mundo digital, especialmente, quando falamos de ataques e de ameaças que chegam por e-mail.

Vamos explicar essa ameaça com dados e argumentos a seguir. Confira!

Neste artigo, você vai ler mais sobre:

Inscreva-se no blog da Gatefy

Links em campanhas de spam e phishing

Os golpes mais comuns que utilizam URLs maliciosas envolvem spam e phishing

O phishing é um tipo de fraude utilizada por cibercriminosos que tentam enganar as vítimas ao se passar por organizações ou pessoas conhecidas e confiáveis.

Isto significa que você pode receber um link com malware ou uma URL maliciosa de um amigo caso a conta de e-mail dele tenha sido comprometida. 

Ou até mesmo se o criminoso estiver tentando enganar você falsificando o nome e o endereço de e-mail de um contato ou marca conhecida, o que é conhecido como spoofing.

Os links maliciosos também podem estar ocultos em links de downloads supostamente seguros e podem se espalhar rapidamente por meio do compartilhamento de arquivos e de mensagens em redes compartilhadas.

Lembre-se de que, assim como acontece com os e-mails, os sites também podem ser comprometidos, o que pode levar os usuários a clicar em URLs maliciosas e fornecer informações importantes diretamente para os fraudadores.

“Esse é um link seguro”

solução de cibersegurança da Gatefy para empresas detecta diariamente diferentes tipos de golpes de e-mail que tentam persuadir as vítimas utilizando frases prontas, como é o caso de “Esse é um link seguro” ou “Este e-mail não é spam”. 

É aqui que mora o perigo.

Frequentemente, nós noticiamos aqui, no blog, casos de golpes envolvendo links maliciosos:

Como bloquear URLs maliciosas

Você deve ter notado o tamanho da ameaça que pode trazer um e-mail contendo um link malicioso, certo?

Agora, para bloquear URLs maliciosas, existem vários mecanismos e formas. No caso de redes de e-mail corporativas, por exemplo, existem os Secure Email Gateways

No caso dos navegadores de internet, você pode instalar um plugin de proteção contra URLs maliciosas.

As técnicas de proteção mais eficazes e comuns são baseadas em filtros que usam listas negras de URL, as blacklists, comparando domínios e hosts. 

Outras técnicas envolvem inteligência artificial, reescrita de URL, sandboxing e detecção de cliques em tempo real.

Uma solução baseada em DMARC também pode impedir que hackers utilizem o seu domínio e a marca da sua empresa para aplicar golpes utilizando URLs maliciosas e outras ameaças.

Procure saber e se informar mais a respeito deste assunto se inscrevendo na newsletter da Gatefy.

Esperamos que este artigo, contendo conceitos e dados sobre ameaças e URLs maliciosas, tenha sido esclarecedor. Se estiver com dúvidas, escreva para nós. Cuide-se!

Phishing: a maior ameaça do mundo
Faça o download deste ebook para entender tudo sobre phishing, das características às técnicas mais usadas.

Buscando solução de proteção avançada para o seu e-mail corporativo?

Não esqueça de compartilhar este post
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp
Notícias Relacionadas